beneficio-cinto-musculacao-academia-quality-life-pinheiros

O uso correto do Cinturão Abdominal

Segundo Guedes Jr. (2007), o cinturão abdominal auxilia os músculos abdominais na manutenção da postura, aliviando a tensão na coluna lombar e cintura pélvica (síngulo do membro inferior) durante os exercícios.


Quando da realização de exercícios com cargas elevadas, se faz necessário um aumento na pressão intra-abdominal. Esse aumento ajuda o indivíduo a manter as curvaturas anatômicas da coluna, o que auxilia na dissipação das forças que atuam sobre o segmento, evitando lesões. A contração dos músculos abdominais contribui para a elevação da pressão intra-abdominal, no entanto, em algumas situações de treinamento (levantamento de altas cargas), um suporte externo se faz necessário para auxiliar a musculatura abdominal no suporte à coluna. É aí que entra o cinturão abdominal.


Vale ressaltar, porém, que a pressão intra-abdominal elevada dificulta o retorno venoso, acarretando um aumento na pressão arterial.

Devido a isso, o cinturão abdominal deve ser utilizado somente nos exercícios com carga elevadas, principalmente naqueles onde há grande solicitação dos músculos abdominais para a manutenção da postura adequada da coluna vertebral (ex, agachamentos, desenvolvimentos, levantamentos terra, etc). Já com cargas menores, deve-se estimular a contração dos músculos abdominais, evitando a utilização do cinto (Fleck e Simão, 2008; Guedes Jr., 2007).


Ainda assim, mesmo durante a realização dos exercícios com cargas pesadas, o cinturão deve ser afrouxado nos intervalos de descanso entre uma série e outra. Essa atitude contribui para a amenização da pressão arterial, além de estimular a contração da musculatura abdominal que tende a ter seu tônus diminuído em decorrência do uso excessivo do cinto.

Um detalhe interessante e pouco observado pelas pessoas que fazem uso do cinturão é que o mesmo tem o objetivo de auxiliar os músculos abdominais, portanto, a parte mais larga do cinturão deve ser colocada à frente do abdômen e não na região posterior, como comumente se observa nas academias.


É importante frisar que os indivíduos que apresentam problemas cardiovasculares devem evitar a utilização desse acessório, devido ao aumento da pressão arterial, o que acarretaria aumento do risco de evento cardíaco (Fleck e Simão, 2008).

Essas informações contribuem de certa forma para que o seu treinamento seja mais eficiente e sem riscos, proporcionando a utilização desse acessório de maneira mais segura. No entanto, nada substitui as orientações profissionais. Portanto, para maiores esclarecimentos, consulte um professor de educação física.

Fonte: CAUETEIXEIRA.com.br

70237379_1-Imagens-de-1-APARELHO-ELIPTICO-ELETROMAGNETICO

Treino intenso no elíptico (ou transport)

O exercício aeróbico feito no elíptico (ou transport) é ótimo para ajudar a emagrecer, ficar com o corpo em forma, ganhar resistência e disposição, melhorar a auto-estima, melhora o pique no dia a dia, etc.

Além de emagrecer e secar o corpo, o elíptico trabalha as pernas e bumbum. Mas temos que cuidar a forma que os alunos fazem este exercício. As pessoas devem deixar o pé bem apoiado (inclusive o calcanhar), as pernas devem ficar semi-flexionadas e a coluna reta. (procure olhar para frente e não para baixo).
Em 30 minutos queimamos em media 250 calorias, mas esta quantidade varia conforme a velocidade e de acordo com a carga utilizada. Comece com a carga do aparelho mínima, pois ele exige muito de você (parece que a pessoa está pedalando em pé). Com o tempo vá aumentando a carga.
Mas para o treino ficar mais intenso (para aquelas pessoas que treinam a tempo e estão vendo menos resultados) procure variar carga e velocidade.

A bicicleta elíptica permite trabalhar a capacidade cardio respiratória e efectuar um treino completo, solicitando numerosos músculos do corpo. É um excelente queimador de gordura !

elíptico tornou-se popular como material de Fitness devido à sua extrema flexibilidade e fluidez à utilização.

bicicleta elíptica reproduz idealmente o movimento da corrida à pé evitando ao mesmo tempo às articulações choques. Verdadeiro aparelho hibrida entre o tapete de corrida, a bicicleta de apartamento e o stepper, propõe-vos um movimento de pédalagem em elipse associado um movimento de braços de frente para trás.


Este aparelho de fitness tem um movimento muito suave e agradável, produzindo ao mesmo tempo um efeito “queimador de calorias” muito importante graças à forte solicitação do sistema cardiovascular e o sistema respiratório. Permite efectuar um trabalho da parte superior e a parte inferior do corpo. O exercício é assim muito completo a nível muscular, 80% dos músculos do corpo são solicitados.

Músculos trabalhados com a bicicleta elíptica: coxas, nadegas, pernas. Músculos secundários: costas, ombros, peitorais, braços e abdos. É o único aparelho com o remo, a tonificar a quase totalidade dos músculos do corpo.

O movimento do aparelho é o primeiro progresso da elíptica. Certos modelos propõem igualmente uma variação da inclinação do assento para pés que acrescenta da variedade à vossa sessão de treino e permite à diferentes músculos pernas trabalhar. Por último dá-vos a possibilidade de solicitar de maneira específica as nadegas e a parte traseira das coxas praticando o exercício em rétropédalagem.

bicicleta elíptica permitir-vos -á atingir rapidamente os vossos objetivos de forma e perda de pesos.

Fonte: JANE-EMBOAFORMA.BLOGSPOT.com.br

energia

Como aumentar disposição e energia no dia-a-dia

Seu raciocínio, sua memória, sua capacidade intelectual e física dependem de uma mente e corpo bem nutridos. Vamos aprender como melhorar sua alimentação usando algumas estratégias que focam em melhorar sua energia e disposição:

 

 

1-        Cuide do seu lado físico: atividades regulares revitalizam seu corpo e mente em questão de minutos (oxigenação), benefício: alimento para as células vermelhas do sangue com mais hemoglobinas e maior transporte de oxigênio. Os exercícios também ajudam no combate ao estresse, ansiedade e melhora da auto-estima;


 

2-       Alimente-se de 3/3 horas: Comer frequentemente evita a hipoglicemia, depósitos de gordura, sonolência, preguiça, cansaço, etc., tudo pelo fato de acelerar seu metabolismo!

3-       Evite açúcar refinado e doce: Eles proporcionam energia imediata, mas logo a sensação de energia é substituída pelo cansaço e desejo por mais doces (a glicemia sobe e depois cai rapidamente). Proteja-se disso consumindo carboidratos complexos e integrais para energia mais permanente;

4-      Livre-se do excesso de peso e gordura abdominal: eles causam preguiça, cansaço e fadiga. Menos peso = mais energia e disposição.

5-       Tome um bom café da manhã diariamente: mesmo que não esteja com fome ao acordar, seu corpo precisa repor os nutrientes que foram consumidos durante o sono. Observação: ao comer logo que acorda, você dá um estímulo matinal ao metabolismo;

6-      Faça uma refeição leve e energética no almoço: se você é vítima da “depressão pós-prandial” (cansaço e sono após o almoço, resultado de uma refeição rica em proteínas, gorduras e doces), está na hora de mudar a composição do que ingere. Faça uma refeição de salada com carne magra e pão integral, sopa de vegetais com frango, salada com grelhado e sucos naturais;

7-       Evite o excesso de café com açúcar: além de viciar, essa mistura faz engordar e assim como os doces, te dá energia na hora e logo após você se sente acabado e volta a ficar com vontade de tomar mais café adoçado;

8-      Ingira complexo B: Ele evita o cansaço e desânimo, pois acelera o metabolismo. Consuma levedo de cerveja em cápsulas;


 

9-      Dicas de alimentos: chá verde, banana com aveia e mel, pimenta, sucos naturais, frutas, proteínas magras, massas integrais, iogurte light, frutas secas, oleaginosas, etc.;

10-    Dicas de fitoterápicos: Ginseng, Ginkgo biloba, Pholianegra, Chá branco, Citrus aurantium, taurina, colina e Pycnogenol. As quantidades são individuais.

11-     Receita de drink energético: 2 colheres de sopa de mel + 1 copo de suco de frutas + pedaços de frutas secas + pedacinhos de castanhas. O ferro do mel e das castanhas associa-se rapidamente à vitamina C das frutas, nutrindo rapidamente as células.

 

Fonte: ÁREADETREINO.com.br

Sem título

Banho de balde – Por Fernanda Colella

O artigo de hoje é sobre o banho de balde, uma forma de relaxamento para os bebês que ainda estão se acostumando com a vida fora da barriga da mamãe.

 



O ambiente do útero é um meio aquoso, num lugar fechado, escuro, quente, seguro e tranquilo, e quando o bebê percebe que este em um ambiente claro, menos aquecido e aberto, fica tenso e cai no choro. Então uma forma bem simples pode reproduzir um pouco aquela fase aconchegante do bebê dentro da barriga da mãe é o banho de balde.

 

 

No balde, a criança fica numa posição bem parecida com a que ficava no útero da mãe, perninhas e bracinhos encolhidos, pode parecer apertado, mais acredite, é muito confortável.

A água quente (37 a 38ºC) é relaxante, analgésica e organizadora, imita o ambiente intra-uterino e permite melhora nos estados de agitação, insônia e cólica dos bebês, que podem ficar submersos do pescoço para baixo. Assim, o bebê fica mais tranquilo e chegando até a dormir em alguns casos.

Os banhos podem ser dados desde o primeiro dia de vida até quando o bebê ainda couber no balde(4 a 6 meses de idade).

O bebê pode ser banhado embrulhado (se for só para relaxamento) ou nu (se for feita a higiene também).

Benefícios:

  • Proporciona bem-estar;
  • Dá a impressão do útero da mãe;
  • Acalma a criança;
  • Trás tranquilidade;
  • Diverte os bebês;
  • Não deixa de ser um método prático para lavá-los.

 

Dicas:

  • Consulte o pediatra e obtenha mais dicas para oferecer um banho de balde bem relaxante para o seu bebê;
  • Faça a higienização do bebê (como limpar o bumbum sujo de coco) antes de colocá-lo no balde;
  • O banho relaxa o bebê e pode fazê-lo dormir instantes depois e por horas seguidas.

 

É muito importante lembrar, que jamais se deve deixar a criança no balde sem um adulto por perto para acompanhá-la, nem por uns poucos segundos. Manter sempre uma mão no bebê é essencial.

 

A seguir três link´s sobre o  passo-a-passo de como realizar o banho de balde. Estes link´s são uma matéria realizada no programa Mais Você da Rede Globo, e descreve muito bem como esse momento prazeroso para o bebê deve ser feito.

Agora que você aprendeu como fazer de um banho um momento gostoso pro seu filho… bom banho pro seu bebê e bom divertimento pra você! ;)

 

Escrito por Fernanda Colella – Fisioterapeuta
Crefito –  159231-F

Procurando dicas e informações de musculação, academia, saúde, treinos, suplementação? Aqui você encontra tudo isso e muito mais!